segunda-feira, 25 de julho de 2011

Fillipe Ramos Participa de Documentário

   Fillipe Ramos, além de ser membro da ABPK (Associação Brasileira de Parkour), é um dos membros do GP que residem em Brasília - DF. Recentemente, a Movimente (equipe na qual ele é presidente) em parceria com a ABPK produziram um documentário bem diferente dos já existentes.
   A proposta deles é mostrar o quão importante é ter um instrutor na iniciação da prática, para evitar machucados pela falta de responsabilidade ou até mesmo de conhecimento sobre os movimentos do parkour. Achei interessante postar em nosso site porque, além de um dos membros do GP participarem, eu recebo diariamente em meu MSN pessoas que desistiram do parkour por lesões, ou que não sabem como começar ou que estão voltando a prática. A parte que, particularmente, mais gostei foi quando o Abraão Wachholtz cita que ele ainda não iria tentar o side, porque não se sentia ainda preparado o suficiente para aplicar a perfeição necessária ao movimento que evita as lesões. Realmente é muito bom analisarmos que um movimento não deve ser realizado para que você saia todo contente contando para o mundo todo que você girou, ou saltou uma grande distância, mas como meu amigo Ricardo Farias sempre diz: deve ser algo que flua daquilo que você já conhece do seu corpo, tendo sempre a perfeição necessária para ser leve e fluído, e não algo jogado "por acidente". Bom, confira abaixo o vídeo e comente tirando suas próprias conclusões:


Receba nossas atualizações:

Parceiros


Nosso Twitter